Início » Rede Juvenil pelo Esporte

Rede Juvenil pelo Esporte

  • Mais de 200 adolescentes de diversas redes e grupos de protagonismo juvenil, procedentes de 11 estados brasileiros, participaram do Encontro dos Adolescentes pelo Esporte Seguro e Inclusivo no Rio de Janeiro

  • "Temos hoje no Brasil uma oportunidade inédita para a nossa geração. Estabelecer o esporte como ferramenta-chave para o processo de reconhecimento do adolescente, de seu papel na sociedade e garantir que o legado de valorização do esporte seja perpassado às futuras gerações"
    Aline Freitas
    REJUPE - Pernambuco

  • "Acredito que o direito ao esporte é essencial na vida das pessoas, pois você aprende a trabalhar em grupo, tomar decisões importantes e também ajuda a enfrentar os problemas com dignidade"
    Marco Marson
    REJUPE - Paraná


DEMOCRACIA E PARTICIPAÇÃO

A Rede Juvenil pelo Esporte (REJUPE) é um espaço de participação e integração formado por adolescentes brasileiros com o objetivo de oportunizar a troca de experiências entre adolescentes, jovens e grupos de participação cidadã de diversas regiões do país para consolidar ações de defesa e promoção do direito ao esporte seguro e inclusivo para todas as crianças e adolescentes do Brasil.

O esporte é um direito universal e fundamental de todo ser humano e como tal todos devemos ter as possibilidades e facilidades para poder alcançar a efetiva realização desse direito. A prática esportiva estimula a participação, o senso de equipe, a autoconfiança, a autoestima, a consciência do eu como cidadão, a comunicação, a interação social e uma série de fatores importantes para viver em sociedade.

Esporte não é só para alguns, é para todos!

No ensejo de envolver os adolescentes nas discussões sobre o direito das crianças e adolescentes ao esporte seguro e inclusivo e nos debates para sua efetiva participação na construção de um legado social positivo para os megaeventos esportivos desta década, o Fundo das Nações Unidas para a Infância-UNICEF, em parceria com o IIDAC, apoiou a criação da Rede Juvenil pelo Esporte (REJUPE) durante o Encontro dos Adolescentes pelo Esporte Seguro e Inclusivo no Rio de Janeiro, em abril de 2011.

Com essa motivação e seguindo as recomendações apontadas e sistematizadas pelos adolescentes integrantes da rede na Carta intitulada “Esporte não é para alguns, é para todos!”, a REJUPE se articula e mobiliza esforços dirigidos aos seguintes objetivos:

Nos próximos anos, discutir questões como o papel do esporte na vida de crianças e adolescentes, e envolver esta parcela da população neste debate, é reconhecer a importância da participação dos 60 milhões de meninos e meninas que tem até 18 anos e que serão os mais impactados pelos legados positivos e negativos dos megaeventos esportivos que o país sediará

  • Incentivar a participação cívica dos adolescentes para a defesa e promoção do direito ao esporte seguro e inclusivo
  • Sensibilizar e mobilizar adolescentes para integrá-los nas discussões pelo direito ao esporte
  • Promover a colaboração com organizações e instituições sociais, como escolas, clubes esportivos, ONGs, assim como com governos, Comitês da Copa, Olimpíadas e Paraolimpíadas e outras entidades, que possam fortalecer o debate e as ações que promovam o direito ao esporte para toda criança e todo adolescente
  • Estimular a representatividade dos adolescentes na elaboração de políticas públicas relativas ao direito ao esporte e ao legado social dos megaeventos esportivos esperados nesta década
  • Empoderar os adolescentes brasileiros para que eles sejam ouvidos pelas autoridades responsáveis pelo esporte e também pelas autoridades que defendem os direitos das crianças e dos adolescentes.

Parceiros estratégicos:



Instituto Internacional para o
Desenvolvimento da Cidadania

  • Brazil
  • USA
Copyright © 1998 - 2017 IIDAC. All rights reserved